Kodokan-Goshin-Jutsu

Formas de Defesa Pessoal da Escola Kodokan

Em 1953, Risei Kano, presidente da Escola Kodokan da altura, formou uma comissão técnica composta por 25 mestres para estabelecer uma nova kata de defesa pessoal.
Esses mestres, de entre as mais altas graduações, eram os seguintes:

10º Dan S. Nagaoka, K. Mifune, K. Samura
9º Dan J. Oda, T. Kurihara, S. Nakano
8º Dan G.Arai, T. Ito, G. Ebii, T. Kawakami, Y.Kikuchi, K. Kudo, M. Koyasu, S. Kotani, I. Sawa, K. Susuki, K. Takahashi, H. Takahashi, I. Nagahata, M. Hayakawa, T. Otaki
7º Dan Y. Sakamoto, T. Sato, K. Tomiki, Y. Matsumoto

Passados 3 anos da constituição da comissão técnica, foi publicada a nova forma com o nome de Kodokan Goshin Jutsu.

Numa primeira impressão, esta kata é similar no espírito à Kime-No-Kata por se tratar de uma kata de auto-defesa. No entanto existem diferenças notáveis: enquanto a Kime-No-Kata é baseada em costumes da época feudal, a Kodokan Goshin Jutsu pode relacionarse perfeitamento com os tempos actuais.

A Goshi-Jutsu é formada por um conjunto de 21 movimentos, que se dividem em 2 grupos:

- O primeiro grupo, Toshu-No-Bu, com 12 movimentos que se realiza sem quaisquer armas, e que se subdivide ainda em duas partes
- Defesa contra movimentos de agarrar
- Defesa contra movimentos à distância

- O segundo grupo, Buki-No-Bu, com 9 movimentos que se realizam em defesa de ataques com armas:
- Faca
- Pau ou bastão
- Pistola

Esta kata teve a forte influência da arte do Aikido, por mão do professor Tomiki, que a praticava além do judo, tendo sido 8ºDan em ambas as disciplinas e fundador de uma escola de Aikido chamada Shodo-Kan.
Na Goshi-Jutsu abundam as aplicações de técnicas do antigo Aikido, sobretudo do Daito-ryu.

A execução desta kata é completamente diferente das restantes:
- Não se realizam os movimentos desde o mesmo lugar;
- Cada vez que se termina um movimento, Tori e Uke trocam de lugar;
- O Uke executa os ataques sem parar. Fá-los sempre em movimento. Por isso o Tori deve saber sabe em todos os instantes, o lugar exacto em que se deve colocar, para poder contratacar o ataque com habilidade e rigor (geralmente a partir do eixo da kata - local de encontro).

Os movimentos da kata são:

 

1.    Toshu-No-Bu - movimentos sem armas
  A.   Defesa contra movimentos de agarrar
     1. Ryote-dori  agarrar as mãos
     2. Hidari-eri-dori agarrar a gola esquerda
     3. Migi-eri-dori agarrar a gola direita
     4. Kata-ude-dori agarrar um braço
     5. Ushiro-eri-dori agarrar a gola detrás
     6. Ushiro-jime estrangulamentar por trás
     7.  Kakae-dori  abraçar
  B.     Defesa contra movimentos à distância
     1.  Naname-uchi  golpe en diagonal
     2.  Ago-tsuki  golpe à mandíbula
     3.  Ganmen-tsuki  golpe à cara
     4.  Mae-geri  pontapé à frente
     5.  Yoko-geri  pontapé lateral
         
 2.     Buki-No-Bu - Movimentos com armas
   A.    Defesa contra movimentos com faca
     1.  Tsukkake  acção de trespassar
     2.  Choku-tsuki  apunhalar directamente
     3.  Naname-tsuki  apunhalar em diagonal
   B.    Defesa contra movimentos com pau
     1.  Furi-age  movimento para cima
     2.  Furi.oroshi  movimento para baixo
     3.  Morote-tsuki  trespassar com as mãos
   c.    Defesa contra movimentos com pistola
     1.  Shomen-zuke  apontar de frente
     2.  Koshi gamae  arma na anca em posição de guarda
     3.  Haimen-zuke  apontar pelas costas


Pode fazer o dowload das Regras de Competição de Katas FIJ AQUI.

Neste documento pode encontrar as regras adoptadas nas competições oficiais organizadas pela UEJ e pela FIJ, com o texto original em Inglês, traduzido das orientações da Escola Kodokan, para cada uma das Katas em que, actualmente, se compete.

Eis um exemplo da Kodokan Goshin Jutsu, executado pelos atletas da Escola de Judo de Coimbra, multi-medalhados nos Campeonatos da Europa e actualmente BI-Campeões do Torneio Europeu de Katas da Bélgica.

 

Partilhar